Complete mining guide with BetterHash

Betterhash adapts the hardware according to the most profitable crypto to mine and you don’t need much technical knowledge to use this platform.

An important aspect that concerns the crypto world is mining, as you can mine some cryptos by your own means.

We have already analyzed how to mine Ethereum (ETH), which are the easiest and also an interesting Bitcoin mining system (BTC) on the EOS blockchain.

A barrier that many people see in undermining any crypto is the knowledge needed to start the procedure for mining, since they are usually systems designed by developers and require to interface to the command line.

Mining Guide with Betterhash

The first step to do is to download the software on our pc. The app is supported only by Windows.

To install it on our pc, we need to disable any protection system from our pc otherwise the program will not work.

The interesting thing about this system is that you don’t need an account to start as all the mined crypto will be saved inside the program and then, only later, we will be able to create an account to make the withdrawal.

The withdrawal is free of fees since the only commissions that you pay are those of the pools, which are around 1% and those of the network.

Once the program starts, we will have to download the test files so that we can measure our performance and see which hardware is best to use, CPU or GPU.

We can also do the test with the different algorithms of the different blockchain. In addition, all tests allow us to recover a small amount of crypto that will be directly credited to our account.

Our test involves as hardware a CPU i5-10500 and a graphics card nVIDIA GeForce GTX 1660 Super.

The results took one hour. In doing so we discovered that our hardware is compatible with RandomX to undermine Monero with our CPU and all the others with our graphics card.

Now we choose the crypto we want to mine and click on the “Apply” button.

We have chosen Monero (XMR) and Ethereum (ETH). This will immediately start mining the chosen crypto.

With our hardware we can see that with our GPU we will reach about 19 Mh/s.

In a month we will recover 0.1 ETH, while with our Crypto Cash we will get little, about 1900 H/s. In a month we will also get 0.05 XMR.

In total then we can recover 4 dollars in XMR and a little less than 50 dollars with ETH.

Obviously these are estimated monthly values that we will get if we leave our hardware on and then our pc 24/7, which would cause 2 problems:

– The wear and tear of the components;

– Huge energy costs.

So, only if we really have a low cost for the energy then in theory in about 1 year we will recover 1 ETH and, if the price of the asset reaches important figures then we can say that we have recovered the cost of the card and that of the current.

Bitcoin ‘Alta Probabilidade’ Sobe como USD Afunda para os níveis de 2008, diz o CEO

O dólar americano corre o risco de cair abaixo do limite inferior de uma linha de tendência de 12 anos, pois alguns analistas argumentam que este pode ser um ponto de viragem em alta para o preço do Bitcoin.

O índice do dólar dos Estados Unidos está atualmente testando o fundo de uma linha de tendência de 12 anos. Mas alguns comerciantes estão chamando-o de “o momento mais crucial” para a moeda de reserva global desde 2008, pois acreditam que a depreciação contínua provavelmente aumentará o preço do Bitcoin (BTC).

Por mais de três meses, desde abril, o dólar caiu em relação a outras moedas de reserva. Alguns investidores acreditam que a queda no valor do dólar tem afetado o preço do Bitcoin Up. Scott Melker, o negociador de moedas criptográficas proeminente, disse:

“Este é sem dúvida o momento mais crucial que vimos para o dólar dos Estados Unidos desde que este atingiu o fundo em 2008″. Este canal tem estado intacto há mais de 10 anos. Se ele se avariar, esconda seus filhos e compre uma tonelada métrica de Bitcoin”.

Por que o dólar americano poderia ter um impacto no Bitcoin

Nas últimas semanas, quando o BTC chegou a 12.000 dólares, os investidores apontaram para a queda do dólar. Jay Hao, CEO da OKEx, disse que um dólar em desvalorização aumenta as chances de um comício do BTC.

O valor do dólar afeta o Bitcoin porque os investidores tipicamente precificam o BTC em relação a ele. Quando o dólar desvaloriza, o ativo contra o qual o BTC está negociando é de menor valor. Portanto, quando o dólar cai, pode aumentar a probabilidade de um BTC subir. Hao disse:

“Se o dólar continuar a depreciar-se, há uma alta probabilidade de que o Bitcoin continue a subir”.

Mark Wilcox, analista da Bitcoin, levantou um ponto semelhante. Ele apontou a maior queda mensal do dólar como o fator impulsionador do BTC nos últimos meses.

Wilcox explicou que, em vez de Bitcoin aumentar em valor, foi o dólar que realmente diminuiu em preço. Ele disse, “o bitcoin não subiu, o dólar caiu”, referindo-se ao índice do dólar dos EUA.

Os analistas dizem que o dólar vem diminuindo em relação a outras moedas de reserva devido à desaceleração da economia dos EUA. Os Estados Unidos têm o maior número de casos de coronavírus, o que está fazendo com que a taxa de crescimento econômico desacelere.

“O que mudou nos últimos dias é que não foi apenas o ouro que subiu em relação ao dólar, mas quase tudo”, explicou o estrategista global da Société Générale, Kit Juckes, em uma nota. “Isso é em parte motivado por uma sensação de que os EUA estão tendo mais dificuldade em controlar o vírus do que outros, o que verá a economia dos EUA ter um desempenho inferior”.

Maiores chances de uma tendência de crescimento do BTC

Os comerciantes estão aparentemente cautelosamente otimistas sobre a tendência de curto prazo do Bitcoin. Ao mesmo tempo, a atividade comercial da Bitcoin está alcançando novos patamares em vários mercados, incluindo locais institucionais como a CME e seus contratos futuros BTC.

Nas últimas semanas, o interesse aberto do mercado de futuros da CME Bitcoin subiu a um nível sem precedentes. Isso indica uma maior atividade por parte de investidores credenciados e institucionais. O apetite crescente pelo BTC coincide com uma queda do dólar, o que poderia melhorar ainda mais o sentimento em torno da Bitcoin.

Os futuros CME Bitcoin de interesse aberto atingem um novo patamar. Fonte: CME Bitcoin: Skew

Um comerciante pseudônimo disse:

“Mesmo os grandes bancos americanos estão começando a ter dúvidas sobre o status do dólar americano como moeda de reserva mundial”. Se Satoshi ainda estivesse por perto, ele teria um sorriso no rosto. A paisagem literalmente não poderia ser melhor para Bitcoin”.

A confluência de um dólar instável e o rápido aumento da demanda por ouro poderiam ambos alimentar o impulso do BTC a curto prazo.

O veterano de Wall Street Max Keiser, por exemplo, previu na semana passada que a Bitcoin está destinada a continuar além de seus máximos de todos os tempos este ano, possivelmente atingindo até $28.000 antes de ver uma correção no mercado.